Pescador tenta fugir da PM a nado, mas fica preso em rede no Rio Cuiabá

Publicado em 10 de novembro de 2017 às 06h:52

Policiais do Batalhão Ambiental fizeram uma prisão em flagrante por pesca predatória no Rio Cuiabá na tarde desta quinta-feira (10). O suspeito ainda tentou fugir da abordagem se jogando no rio.

Todavia, o pescador acabou se prendendo na própria rede que jogou no rio para pescar os peixes. Ele quase se afogou, mas acabou “salvo” pelos policiais que o perseguiam para fazer sua prisão.

Detido, o pescador foi levado para a delegacia, onde foi lavrada a ocorrência. Com ele, mais de uma dezena de peixe foi apreendido.

A pesca está proibida em Mato Grosso desde o início de outubro. A Piracema irá durar até o final de janeiro.

Neste período, quem for pego pescando vai responder por crime ambiental. Além de ter o pescado e os equipamentos apreendidos, o pescador pode levar multa que varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20 por quilos de peixe apreendido.

Durante a piracema, só é permitida a pesca de subsistência, quando o pescado é usado para a alimentação da família. Mesmo assim, a pesca tem que ser na beira do rio e o limite é de 3 kg de peixe.

 

Folhamax