Feira apresenta trabalhos do projeto Jovens Empreendedores O projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos é uma parceria do Sebrae com a prefeitura

Publicado em 14 de novembro de 2017 às 06h:08

As escolas municipais São Cristóvão e Cecília Meireles realizaram na sexta-feira (10) a exposição de trabalhos desenvolvidos pelo projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). O curso é ofertado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Mato Grosso (Sebrae-MT) em parceria com a Prefeitura de Lucas do Rio Verde.

O curso tem o objetivo de estimular a criatividade e o pensamento crítico, incentivando os estudantes a sonhar e a ter vontade de realizar os sonhos, através do comportamento empreendedor.

Entre os temas trabalhados nas oficinas para cada ano do ensino fundamental estão ervas aromáticas (1º ano), temperos naturais (2º ano), brinquedos ecológicos (3º ano), locadora de produtos (4º ano), sabores e cores (5º ano), ecopapelaria (6º ano), artesanato sustentável (7º ano), empreendedorismo social (8º ano) e novas ideias, grandes negócios (9º ano).

A secretária municipal de Educação, Cleusa de Marco, destacou a importância da educação diferenciada para uma melhor aprendizagem das crianças. “Quando nós falamos de protagonismo das nossas crianças é isso, é colocar a mão na massa dentro do processo pedagógico da escola, produzir e a criança perceber além da escola, utilizar todo o conhecimento da produção de objetos, de materiais pedagogicamente, ter a noção do peso financeiro, do custo, nós só temos a parabenizar os profissionais da educação, pais e alunos”.

Na exposição, além de apresentar os trabalhos e atividades desenvolvidos durante o projeto, os alunos chegaram a etapa final que é a comercialização dos produtos por eles confeccionados.

De acordo com a professora da Escola Municipal Cecília Meireles, Eriel Reis, os alunos puderam verificar de perto como é a vida de um empreendedor, as dificuldades, a importância de economizar, os passos da vida empresarial. “Durante a exposição os alunos ficaram muito empolgados em comercializar os produtos confeccionados e mostrar aos visitantes tudo o que foi feito depois de aprenderem todos os processos para ser empreendedor”.

A estudante da Escola Municipal São Cristóvão, Ana Clara Domingues, ressaltou que o projeto foi muito divertido. “Gostei muito, fizemos perfume, sache perfumado, envelopes, difusor de ambientes e muitas coisas”.

A mãe da Ana Clara, Rosana Domingues, salientou que o projeto é muito importante para o desenvolvimento das crianças. “O projeto envolveu todos, houve a parceria e o trabalho em equipe para produzir os produtos”.

As atividades envolveram mais de 500 estudantes em aproximadamente 30 turmas das escolas.

  • Ascom Prefeitura/Francieli Cela